Mito Revisão do Carro

Mito ou Realidade: Não é preciso fazer a revisão do carro se circular poucos quilómetros por ano?

Será um mito sobre carros de que as revisões são desnecessárias? Ainda mais se andou poucos quilómetros por ano? Chega o momento de fazer a revisão do carro mas este parece não apresentar nenhum problema, e resolve adiar ir à oficina. É um erro descurar a manutenção do seu automóvel, e o motivo é simples: os automóveis são compostos por peças mecânicas e, como qualquer outra máquina, precisam de uma manutenção básica para garantir a lubrificação dos componentes.

Não faça a revisão do seu carro apenas quando este atingir o limite de quilómetros indicado pelo fabricante ou pelo mecânico. Atualmente as viaturas fazem manutenção de 20 000 em 20 000 km ou de 30 000 em 30 000 km dependendo da marca, anualmente ou de 2 em 2 anos, devendo optar por aquele que for atingido primeiro. 

Sendo assim, siga o que a marca indica quanto à revisão do carro, porque mesmo que circule pouco, alguns componentes vão apresentar desgaste e requerem atenção para a sua substituição, nomeadamente:

  • O óleo deve ser mudado, no máximo, de 2 em 2 anos – tendo como principal função lubrificar as partes móveis do motor e sendo que os seus componentes lubrificantes se degradam com o tempo, é necessário garantir que a eficácia de nenhum elemento do motor seja comprometida;
  • Peças com prazos de validade, incluindo airbags (nos carros anteriores a 2005);
  • Filtros, incluindo os filtros de ar do habitáculo, mesmo que não utilize o ar condicionado – trata-se da proteção das impurezas do ar que se deslocam para o motor e para dentro do cockpit do seu automóvel;
  • Correias de distribuição;
  • Extintores, no caso de ter extintor no carro (obrigatório em alguns países Europeus, como Espanha ou Alemanha);
  • Bateria – deve ser trocada, em média, a cada 2-4 anos;
  • Pneus – a própria boracha começa a perder propriedades ao fim de 5 anos, mesmo que nunca tenha tirado o carro da garagem.

São várias as consequências de não fazer a revisão do carro. A falta de manutenção do automóvel podem originar um maior risco de acidentes, maior risco de avarias, diminuição do tempo de vida do motor, aumento da emissão de gases poluentes, para destacar os principais perigos. Não sendo um perigo, mas não menos relevante, será o aumento no consumo de combustível.

O facto de não utilizar o automóvel pode também fazer com que surjam problemas próprios da falta de utilização. Além disso, a correta manutenção do seu automóvel irá contribuir para valorizar o valor do carro e mantê-lo na garantia. Por isso, escolha com confiança, viva com segurança!

Veja também:

Mito ou Realidade: Combustíveis de marca branca diminuem a performance e danificam o motor?

Mito ou realidade: Ar-condicionado consome menos do que as janelas abertas?

Mito ou Realidade: Caixa manual poupa mais combustível de que a automática?

Back to top