Escolha com confiança e viva com segurança!
banner

Você comete pelo menos um destes 6 erros ao volante

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Considera-se um ás ao volante? Pois reflita se não comete um destes 6 erros na condução do seu automóvel e garanta a sua segurança e a dos outros. Além disso, a manutenção do seu automóvel passa também pelo estilo de condução que tem, sendo que alguns vícios ou hábitos que se adquirem podem causar danos no seu carro.

  1. Usar o travão para segurar o carro em descidas

Para limitar a velocidade do carro em descidas, particularmente nas descidas de inclinação acentuada, é muito comum a utilização do travão. Contudo, o correto será utilizar o motor como auxiliar de travão, para que não surjam dois problemas: um desnecessário desgaste do sistema ou até a possibilidade de ficar sem travões devido ao excesso de aquecimento dos seus componentes.

Utilize nas descidas o motor como auxiliar de travão, engrenando, para descer, a mesma velocidade na caixa de velocidades que necessitaria para subir essa mesma via.

  1. Avançar em ponto-morto

São muitos os condutores que quando parados numa descida, colocam o veículo em ponto-morto e se limitam ao travão. Há quem acredite que descer com o carro em ponto-morto poupa no combustível, mas é um comportamento totalmente errado. Se o veículo for engrenado numa velocidade baixa e não acelerado, a poupança é maior. Além disso os fabricantes avisam que este tipo de prática pode danificar o motor.

  1. Estar muito tempo parado com uma mudança engrenada

Esta é a situação ideal para a utilização do ponto-morto. Sempre que for necessário estar muito tempo parado, seja num semáforo ou noutra situação, coloque o carro em ponto-morto. O facto de ter uma mudança engrenada causa um esforço suplementar na caixa de velocidades e desgasta também a embraiagem.

  1. Conduzir com os braços esticados ou demasiado perto do volante

Ainda que em cenas de filme, séries ou publicidade seja comum vermos a conduzirem de braços esticados, é um erro. Ficar longe demais, a ponto de ter que esticar os braços para segurar o volante, não é recomendado (assim como, ficar muito perto dele).

Para que tenha maior controlo sobre o volante, a posição correta consiste num leve ângulo de inclinação nos cotovelos. Utilize esta regra para saber se a distância está correta: estique os braços na parte superior do volante, ele deve estar na altura dos seus pulsos.

  1. Não utilização dos piscas

Afinal, porque é que os portugueses não usam o pisca? É um comportamento preventivo sinalizar a manobra (estacionamento, ultrapassagem, etc.) e muito importante para que os restantes condutores se preparem.

  1. Não respeitar as distâncias de segurança

Este pode ser um dos erros ao volante mais perigosos, porque as reações dos condutores podem ser por vezes imprevisíveis. Aproximarmo-nos excessivamente do carro da frente aumenta o risco de acidente porque podem ocorrer travagens bruscas.

Siga este pequeno truque para manter uma distância segura. Se circular numa via com velocidade de 100 km/h ou mais, fique atento quando o carro da frente passar por uma placa e conte quantos segundos demora a passar pela mesma. É recomendável que essa distância seja de 3 segundos (se o piso estiver molhado o ideal serão 5 segundos de diferença). Mesmo que a velocidade seja muito mais baixa não deverá ser inferior a 2 segundos de distância, para que consiga parar sem atingir o veículo da frente.

Além dos riscos em termos de segurança, pense também em termos ambientais tendo em conta que terá de travar e acelerar mais vezes do que as necessárias. Ou mesmo em termos económicos pois manter a distância segura favorece a manutenção das pastilhas e dos discos dos travões, bem como o tempo de vida dos pneus… e ainda, a velocidade constante otimiza o consumo de combustível!

Escolha com confiança, viva com segurança!

Veja também:

10 Hábitos Comuns que Prejudicam os Automóveis

Copyright © 2020 Lscautomoveis.pt.
Made with by Webhouse.pt
Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais